© Miguel Nogueira

Marcelo vem ao Porto pelo Bolhão

27 de abril de 2018

O representante máximo do Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, vai acompanhar o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, na visita inaugural ao Mercado Temporário do Bolhão, dia 2 de maio, às 11 horas.

 

O Mercado Temporário do Bolhão (MTB) abre portas na próxima quarta-feira e, para assinalar o momento da sua inauguração, vai receber um ilustre visitante: o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, junta-se a Rui Moreira para conhecer o espaço provisório que, durante os próximos dois anos, será casa para a grande maioria dos comerciantes do Bolhão. 

 

Amanhã, dia 28 de abril, será o último dia de atividade no Mercado do Bolhão que, em maio, iniciará as obras que a cidade aguarda há mais de quatro décadas, após um processo que garantiu que todos os direitos históricos dos comerciantes fossem salvaguardados. O horário de funcionamento será o habitual - para os vendedores do interior as portas abrem às 7 horas e encerram às 13 horas, ao passo que as lojas do exterior encerram ao final do dia (entre as 18 horas e as 19 horas).

 

Na própria tarde do dia 28 de abril inicia-se a transferência para o espaço provisório, que decorrerá ainda durante os últimos dias do mês de abril. Dia 2 de maio, o Porto terá temporariamente o melhor mercado do mundo.

 

A visita de Marcelo Rebelo de Sousa ao MTB é, por isso, também um sinal de que todo o país está com o Porto todo neste importante momento para a história da cidade. Na verdade, há cerca de 40 anos que os portuenses pediam obras no mercado que foi conhecendo diversos projetos de intervenção, nem sempre bem aceites por comerciantes e pela opinião pública. 

 

Até que, em 2015, Rui Moreira apresentou o seu projeto de restauro do edifício, criando o Gabinete do Mercado do Bolhão, que fez não apenas um extenso estudo socioeconómico junto dos comerciantes e famílias, como desenvolveu um trabalho diário que culminou com uma grande adesão ao projeto. 

 

As mais recentes decisões sobre o mercado foram apreciadas na Assembleia Municipal e votadas por unanimidade e com elogios da oposição. As obras que a cidade pensava nunca ocorrerem vão, finalmente, ter lugar. 

 

A concretização do projeto, sobre o qual existem candidaturas a fundos comunitários, está garantida por fundos próprios da autarquia, graças às contas à moda do Porto de Rui Moreira nos últimos quatro anos, que lhe permitem ter saldo de gerência necessário para avançar com independência para a empreitada.

 

Para acompanhar todo o processo que envolve o Bolhão, a Câmara do Porto desenvolveu um sítio específico - www.mercadobolhao.pt. Neste endereço, cabe a História e a cronologia de um projeto de reabilitação que finalmente avança, bem como informação sobre o espaço criado no centro comercial La Vie, inclusive a planta de distribuição dos comerciantes.

Fique informado sobre as atividades do mercado.

© 2018 • Todos os direitos reservados.