© Miguel Nogueira

Comprar no Bolhão é sempre bom

9 de abril de 2018

O presidente da Câmara do Porto visitou esta tarde o Mercado do Bolhão e o stand onde, a partir de hoje, se promove uma campanha de fidelização dos clientes, para assegurar a melhor transição do emblemático edifício para o Mercado Temporário do Bolhão. Rui Moreira está convicto de que os portuenses, que sempre quiseram as obras do equipamento, ajudarão os comerciantes neste processo indo ao seu encontro para fazer compras.

 

 

É uma convocatória aberta a todos os portuenses. "Façam compras no Mercado do Bolhão" é o apelo de Rui Moreira ante a proximidade da transferência dos comerciantes para o Mercado Temporário do Bolhão (localizado no Centro Comercial La Vie), que decorrerá já no próximo dia 2 de maio.

 

Esta tarde, o autarca fez uma visita ao mercado, com o intuito de assinalar a inauguração do espaço de promoção - que se encontra logo à entrada da porta da Rua Fernandes Tomás - onde começaram hoje a ser distribuídas cadernetas aos clientes, que vão dando direito a brindes de acordo com as compras efetuadas. Durante o percurso, Rui Moreira ouviu palavras de incentivo: "Foi o único que fez alguma coisa por nós" ou "o senhor não prometeu nada, mas cumpriu; andaram aqui outros que tanto prometeram e nada fizeram". Com prudência, veio a resposta: "Ainda falta a conclusão das obras".

 

Já no stand, os promotores explicaram ao presidente da Câmara do Porto a orgânica da campanha de fidelização. Explicação essa que estará sempre pronta a ser dada a todos os clientes que visitem o espaço que permanecerá aberto até próximo do final de abril no Mercado do Bolhão e continuará aberto, nos próximos meses, no Mercado Temporário do Bolhão (recorde-se que a transição decorrerá nos três últimos dias deste mês).

 

Em alternativa, anunciou Rui Moreira, a campanha também é esclarecida no site www.mercadobolhao.pt, lançado hoje pela Câmara do Porto. Para além de disponibilizar esta informação, o sítio online apresenta um mapeamento exaustivo de todos os comerciantes que vão transitar para o Mercado Temporário do Bolhão.

 

Esta iniciativa, que permanecerá em vigor durante os próximos quatro meses, é mais um instrumento que a Câmara do Porto, através do Gabinete do Mercado do Bolhão, cria no sentido de "apelar à cidadania dos portuenses" que sempre quiseram as obras no emblemático edifício, referiu Rui Moreira. "O que precisamos agora é que a cidade corresponda" a esta aposta do Município que, inclusive, reuniu o consenso de todas as forças políticas, sublinhou.

 

Por isso, aguarda uma "grande adesão" por parte dos consumidores face a uma campanha publicitária sem precedentes, que partiu da autarquia. Mas só os portuenses, frisou, com o seu "empenho cívico" podem garantir que as compras não vão abrandar no Mercado Temporário do Bolhão, dependendo dos consumidores o seu futuro.

 

Do seu lado, fica o compromisso de que outras ações promocionais virão, até porque, constata, é uma forma da cidade perceber "o desafio" e, também ela, se comprometer a levar a bom porto este período transitório que durará até ao final das obras do Bolhão. Estima ainda Rui Moreira que, à partida, estão reunidas todas condições para a empreitada estar concluída dentro do tempo previsto, ou seja, dois anos. "Vai ser feito, vai ser bem feito e levaremos isto a cabo", é a garantia dada pelo edil.

 

 

Metro do Porto é parceiro fundamental no futuro do Mercado do Bolhão

 

Rui Moreira adiantou também que o stand que terá réplicas informativas instaladas em várias estações da Metro do Porto, assegurando, deste modo, que a campanha chega ao maior número de pessoas possível.

 

Aliás, aproveitou o presidente da Câmara a ocasião para salientar "o papel importante" da Metro do Porto no futuro do mercado, recordando que haverá uma ligação direta da estação de metro do Bolhão ao interior do edifício.

Fique informado sobre as atividades do mercado.

© 2018 • Todos os direitos reservados.