© Miguel Nogueira

Concluída obra no subsolo do Bolhão

21 de junho de 2017

As obras no subsolo do Mercado do Bolhão estão terminadas, o que permite reabrir ao trânsito, já nesta quinta-feira, a Rua de Fernandes Tomás, no troço compreendido entre as ruas Alexandre Braga e Sá da Bandeira.

 

Recorde-se que esta foi a primeira empreitada no âmbito do restauro e modernização do Bolhão, que se traduziu no desvio de um curso de água e de infraestruturas subterrâneas. A obra, lançada pela Águas do Porto, era fundamental para permitir a intervenção nas fundações e criação de cave do Mercado. Os trabalhos implicaram a perfuração do solo, com uma tuneladora, pelo que o corte total da via tornou-se inevitável na Rua Fernandes Tomás, agora reaberta, e parcial na Rua de Sá da Bandeira, reaberta já na semana passada.

 

O concurso público internacional para restaurar o Mercado, por um valor máximo de 25 milhões de euros, foi lançado a 19 de dezembro através da publicação em Diário da República e no Jornal Oficial da União Europeia. 

 

Entretanto, começou no início deste mês a construção do mercado temporário que vai acolher, durante cerca de dois anos, os vendedores do Bolhão. A estrutura, dentro do Centro Comercial La Vie e a menos de 200 metros da entrada Norte do mercado original, estará pronta em meados de agosto, e poderá de imediato receber os comerciantes do interior em ótimas condições.

Fique informado sobre as atividades do mercado.

© 2018 • Todos os direitos reservados.