© Miguel Nogueira

Mercado Temporário avança

12 de junho de 2017

A construção do mercado que vai acolher, durante cerca de dois anos, os vendedores do Bolhão, começou hoje. A estrutura, que está a ser montada dentro do Centro Comercial La Vie, a menos de 200 metros da entrada Norte do mercado, estará pronta em meados de agosto, e poderá de imediato receber os comerciantes do interior em ótimas condições.

 

Este é, assim, mais um passo importante no desenvolvimento do complexo processo de restauro e modernização do Mercado do Bolhão. Em simultâneo, decorre o concurso para a empreitada principal, orçada em 25 milhões de euros e que resultará numa obra com a duração de 24 meses.

 

Entretanto, está praticamente concluída a obra de desvio de um curso de água e de infraestruturas subterrâneas que tem decorrido no exterior do mercado. A empreitada, lançada pela Águas do Porto, é fundamental para permitir a intervenção nas fundações e criação de cave do Mercado do Bolhão e estará terminada na próxima semana.

 

Sexta-feira, abriu já à normal circulação de trânsito a Rua de Sá da Bandeira, que esteve bastante condicionada durante a obra, e a Rua Fernandes Tomás deverá ser libertada na próxima semana, ficando também totalmente operacional.

 

A obra do mercado temporário não implica condicionamentos de trânsito, já que se desenvolve, toda ela, dentro da estrutura já existente no Centro Comercial La Vie e permitirá a mudança dos comerciantes no início de setembro, o mais tardar. Custará cerca de 900 mil euros e os equipamentos que está a ser instalados não serão os mesmos que, em definitivo, serão colocados no novo Mercado do Bolhão.

 

A 17 de maio, Rui Moreira visitou o espaço, acompanhado por alguns vendedores e pela comunicação social.

 

 

Fique informado sobre as atividades do mercado.

© 2018 • Todos os direitos reservados.