Galeria Transversal

6 de maio de 1939

A construção da passagem entre as galerias superiores é feita no final dos anos 30. A galeria transversal divide o pátio central do edifício, estabelecendo a ligação entre as entradas nascente e poente do mercado, ruas de Alexandre Braga e Sá da Bandeira, respetivamente.

 

Em ofício datado de 15 de junho de 1938, o diretor dos Serviços de Sanidade e Abastecimentos da Câmara do Porto refere-se à obra como uma “passerelle transversal”, solicitando que seja elaborado um projeto para tal. No mesmo documento, refere também a necessidade de “substituir as armações de ferro dos janelões do mesmo mercado”. O custo da obra foi de cerca de 50 contos (cerca de 250 euros).

Fique informado sobre as atividades do mercado.

© 2018 • Todos os direitos reservados.