Projeto Mercado do Bolhão

22 de abril de 2015

O mercado do Bolhão ficou a conhecer o seu futuro. Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, apresentou o projeto que vai fazer "renascer" aquele que é considerado uma das "jóias" da cidade do Porto e que estava há 30 anos à espera de obras de reabilitação.

 

O projeto é conservador, mantém a traça original do espaço, preserva o mercado de frescos e introduz diversas soluções tecnológicas para torná-lo mais seguro e confortável.

 

A intervenção vai privilegiar soluções tecnológicas atuais, o conforto dos comerciantes e visitantes, a segurança humana e alimentar, redes de eletricidade, esgotos, frio e aquecimento modernas.

 

O edifício será dotado de coberturas no piso inferior, acesso direto ao metro e cave técnica com acesso para cargas e descargas a partir da rua Alexandre Braga. O piso superior, com entrada pela rua Fernandes Tomás, vai manter a parte comercial e instalar restauração, transferindo todo o mercado de frescos para o piso inferior.

 

O arquiteto Nuno Valentim, premiado por obras de reabilitação urbana na cidade, é o autor do projeto.

 

A reabilitação do Mercado do Bolhão começou a ser reclamada há quase meio século, mas foi nos anos 80 que uma inspeção da Câmara do Porto identificou a urgência e a gravidade do problema. O edifício sofre de danos estruturais que se prendem com problemas no subsolo, além da degradação natural que um século de erosão lhe provocou.

 

Desde 2005, que o mercado do Bolhão está suportado por andaimes devido a um alegado risco de ruína.

Fique informado sobre as atividades do mercado.

© 2018 • Todos os direitos reservados.